Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

9.12.08

Mudanças já!

Só para dizer que mudei de Nuvem ou de pedaço de Céu, como preferirem. Só porque há coisas que deixam de fazer sentido, quando outras nos escapam das mãos... Agora, estou aqui e espero que continuem a visitar-me. Vou tentar ser mais assídua e ter mais histórias para contar...
Deixei de brilhar, a dançar, para me limitar a sentar nas nuvens, a contar estrelas!... Entretanto, este meu espacinho fica aqui, para que eu me possa lembrar sempre de um gesto de Amor que se perdeu no tempo, por aí, pelo mundo... (Quem sabe?)
^^

Nenhum comentário: