Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

13.12.08

Moscas en la casa


"Mis días sin ti son tan oscuros
tan largos tan grises
Mis días sin ti

Mis días sin ti son tan absurdos
Tan agrios tan duros
Mis días sin ti

Mis días sin ti no tienen noches
Si alguna aparece
Es inútil dormir

Mis días sin ti son un derroche
Las horas no tienen principio, ni fin
Tan faltos de aire
Tan llenos de nada
Chatarra inservible
Basura en el suelo
Moscas en la casa

Mis días sin ti son cómo un cielo
Sin lunas plateadas
Ni rastros de sol
Mis días sin ti son sólo un eco
Que siempre repite
La misma canción

Pateando las piedras
Aún sigo esperando que vuelvas conmigo
Aún sigo buscando en las caras de ancianos
Pedazos de niño

Cazando motivos que me hagan creer
Que aún me encuentro con vida
Mordiendo mis uñas
Ahogándome en llanto
Extrañándote tanto

Mis días sin ti
Cómo duelen los días sin ti."


[Shakira]


^^

3 comentários:

Marcela disse...

Queremos...
Tradução! Tradução! Tradução!

Hehehe...

Dąnnι disse...

Tradução:

Moscas na casa

"Meus dias sem você são tão obscuros
Tão compridos e acinzentados
meus dias sem você.

Meus dias sem você são tão absurdos
Tão amargos, tão duros
meus dias sem você.

Meus dias sem você não têm noites
Se alguma aparecer
é inútil dormir.

Meus dias sem você são um desperdício
As horas não têm princípio nem fim.
Tanta falta de ar,
Tão cheios de nada
Sucata imprestável,
lixo no chão
Moscas na casa.

Meus dias sem você são como o céu
Sem luas prateadas,
nem rastro de Sol
Meus dias sem você são como o eco
Que sempre repete
a mesma canção

Pisando nas pedras,
sigo esperando que volte comigo
Sigo buscando nas caras de anciões
Pedaços de crianças.

Procurando motivos que me façam crer
Que ainda tenho vida,
roendo minhas unhas
Afogando-me em pranto
Sentindo muito sua falta.

Meus dias sem você
Como doem os meus dias sem você."

~

Então Marcela, gostou da tradução?
Espero que sim.
Bjs!

Anônimo disse...

Ta vendo só Dani, eu nunca poderia imaginar a tradução dessa música linda...
Você tá inspirada mesmo, em?!

Mercela