Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

12.12.08

Espelhos d`água


"Os seus olhos são espelhos d`água
Brilhando você, pra qualquer um
Por onde esse amor andava
Que não quis você de jeito algum

Que vontade de ter você
Que vontade de perguntar
Se ainda é cedo

Que vontade de merecer
Um cantinho do teu olhar
Mas tenho medo"

[Dalto]
^^

2 comentários:

Anônimo disse...

"Mas tenho medo"!? Definitivamente não combina com você!

Um garoto disse...

Dani, naõ sei quem vc se refere nessa canção. Gostaria muito que esses olhos fossem os meus. Mas pela dica da foto, não são. Não tenho olhos claros.
Mas na minha canção, esse "garoto" sou eu o tempo todo, em relação a vc.Mesmo com tanta distância sua em relação a mim.


"Seus olhos e seus olhares
Milhares de tentações
Meninas são tão mulheres
Seus truques e confusões
Se espalham pelos pêlos
Boca e cabelo
Peitos e poses e apelos
Me agarram pelas pernas
Certas mulheres como você
Me levam sempre onde querem

Garotos não resistem
Aos seus mistérios
Garotos nunca dizem não
Garotos como eu
Sempre tão espertos
Perto de uma mulher
São só garotos

Seus dentes e seus sorrisos
Mastigam meu corpo e juízo
Devoram os meus sentidos
Eu já não me importo comigo
Então são mãos e braços
Beijos e abraços
Pele, barriga e seus laços
São armadilhas e eu
não sei o que faço
Aqui de palhaço
Seguindo seus passos

Garotos não resistem
Aos seus mistérios
Garotos nunca dizem não
Garotos como eu
Sempre tão espertos
Perto de uma mulher
São só garotos"
(Leoni)