Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

29.11.08

Te encontro...

"Te encontro, na melodia da mais linda canção.
O vento sopra seu nome.
O frio traz a solidão.
Te encontro, não apenas em pensamentos, mas na combinação perfeita dos sonhos...
Sinto a presença de seu toque, como se a eternidade abençoasse simples momentos.
Te encontro, sem que meus passos te sigam.
Te encontro, sem planejar procuras.
Basta pensar em você, que navego com a saudade em busca do tempo em que éramos o mesmo refúgio do amor...
Te encontro, nas simples palavras da poesia.
Te encontro, nas simples notas da canção.
Te encontro, nas noites turbulentas do coração, onde sem querer sou refém da saudade.
Como fugir?
Se em cada destino... Te Encontro!!!"


^^

Nenhum comentário: