Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

28.10.08

Por que???


Por que sou assim?
Por que as pessoas são assim?
E por que o mundo é assim?
Uma infindável dor bate hoje em meu coração magoado, ferido, rasgado pela maldade deste mundo.
Talvez devesse hoje sumir, ir à outro lugar, procurar novos horizontes, respirar novos ares e não dizer a ninguém meu nome; quem sou ou muito menos o que quero!
Hoje, e só por hoje, não quero ouvir maldizeres, não quero ouvir malícias, não quero ver tristeza, nem quero ver pobreza...
Por hoje não quero me sentir rebaixada, e nem julgada...
Hoje quero apenas paz!!
E poder viver um dia belo, sentir o cheiro das flores do campo, lembrar uma história engraçada...
Por hoje, e só por hoje, não quero conviver com o mistério...
Por hoje eu quero ver a luz que sei que existe dentro de cada um de nós, pois isso aliviaria a minh’alma...
Sem dúvida alguma me faria mais feliz.
E se ainda restar compaixão em seu coração, caro leitor, sentirá tudo isso também!


^^

2 comentários:

Camila disse...

Dani, não sabia do seu blog, pq não divulgou???
Pode ter certeza que a partir de hj estarei acompanhando, pois sei que se depender de vc, certamente, terei lindas palavras para serem lidas e apreciadas... Saudades de vc amiga!
Vê se aparece!

Priscila disse...

Dani,
eu tô sentindo... e como tô sentindo...